SALSIFI INVESTMENTS
   MENSAGEM A JOSIAS DE SOUZA

JOSIAS VERSUS TASSO

Caro Amigo.

Excelente a sua entrevista com o sr. Tasso Jereissati - um cidadão de posses e de poses. E da azeda safra de políticos atuais - ou corrupto ou omisso. Com ares de bom moço e bien nèe faz o tipo sério. Mas não tem coragem. Se a tivesse junto com a sua turma de dândis do PSDB encamparia rapidamente e a bem do país a retirada do poder dos energúmeros e larápios que tomaram de assalto o poder e os cofres públicos. O Sr. Tasso deve parar essa conversa mole de esperar que o povo vá para as ruas pedir. Para que? Para ser assaltado pelos trombadinhas e trombadões da UNE, do MST e da CUT. O Congresso merece pela sua inépcia, incompetência, corrupção e covardia, ser fechado. O  impeachment além de ser edificante e exemplar para as novas gerações, seria também um purgatório para a mais desqualificada safra de políticos que se aboletou para mamar nas tetas do dinheiro público. Safra esta que senhores como Tasso, Bornhausen e poucos outros com alguma acuidade mental, têm medo de enfrentar.

SALVADOR SÍCOLI FILHO



Escrito por SALSFI às 03h27
[] [envie esta mensagem]


 
   MENSAGEM A TASSO JEREISSATI

JÁ PASSOU DA HORA DE OS POLÍTICOS HONRAREM AS CALÇAS.

 

SALVADOR SÍCOLI FILHO

 

Para aqueles que se dizem paladinos da moral

 

O tempo passa e se cozinha uma incrível pizza. Tudo se protela e o país apresentará a conta daqui a alguns meses.

 

Os políticos atuais se classificam em duas classes: ou são corruptos ou são omissos. Os primeiros têm o rabo preso e protelam as medidas drásticas com medo de uma vendetta. Os omissos se dedicam a tertúlias, a turismo ou a covardia. Onde enquadrar o Sr. Tasso um dos mais preparados e aquinhoados pela sorte da boa cepa?

 

Essa estória de dizer que só tratará de impeachment se as ruas quiserem é uma balela de covardes ou irresponsáveis. Os fatos são graves demais para serem tratados como novela policial que mais parece um vaudeville da antiga Praça Mauá. Sem estender muito. O tempo está passando e   se procrastinam decisões por estupor, por cinismo ou por fraqueza. Vou indicar um artigo de agosto passado que retrata bem o que a indignação de cidadãos pensantes e não da malta de arruaceiros que sem ter o que fazer vai regiamente paga para as ruas fazer a claque dos ladinos. Veja o artigo "Por que o impeachment é necessário"  do economista e cientista político  Giuseppe Brandoni em www.giuse brandoni.zip.net



Escrito por SALSFI às 02h46
[] [envie esta mensagem]


 
   MENSAGEM DE TASSO JERESSAITI

Jereissati: impeachment, só se o povo quiser

DECLARAÇÃO INFELIZ NO EXCELENTE BLOG DO JOSIAS

A um mês de assumir a presidência do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) começa a pronunciar em público raciocínios que guardava para as conversas entre quatro paredes. Ele soa bem menos tonitruante que outros generais do tucanato. Em entrevista a Veja (para assinantes), pronunciou o vocábulo impeachment com o cuidado de quem caminha sobre ovos.

Foi mais taxativo ao comentar os efeitos de uma eventual queda do ministro Antonio Palocci (Fazenda). “Para o governo, seria o fim”, disse. Conheça abaixo algumas das opinião de Tasso:

* Por que o PSDB poupa Lula?Não foi uma estratégia eleitoral. O que ocorre é que não compartilhamos da idéia de quanto pior melhor. Não achamos adequado dividir o país em uma luta em que a nação seria esgarçada ao limite. Não levaríamos a crise a um ponto em que não haveria possibilidade de manutenção do governo.”

* Impeachment: “Nós vamos levar às últimas conseqüências os erros cometidos por esse governo. As CPIs estão começando a chegar a conclusões. E essas conclusões têm se mostrado muito contundentes. Houve roubo no Banco do Brasil, por exemplo – isso agora se sabe. Outras conclusões tão graves como essa se aproximam. E, a partir daí, os instrumentos jurídicos darão seqüência ao trabalho das CPIs. Mas, do ponto de vista político, é preciso que haja um amadurecimento político para discutir a questão do impeachment, independentemente da questão jurídica.”

* Trocando em miúdos: “(...) É preciso que a população brasileira esteja, em sua grande maioria, querendo o impeachment. Nós não podemos querer o impeachment do presidente sem que a grande maioria da população esteja convencida, como esteve no caso Collor, de que está na hora de o presidente da República, eleito por ela, ser impedido (...). Não está claro que exista esse clima no Brasil. E tomar essa iniciativa sem que haja esse clima é uma irresponsabilidade.”

* E se Palocci cair? “Para o governo, seria o fim. O governo Lula só resiste por causa da economia. Basta olhar o discurso do Lula e dos outros ministros – tudo o que eles argumentam está baseado na economia. E o fiador da economia hoje não é o Lula, é o Palocci. Sua saída significaria a queda do único pilar que está sustentando o governo.”      

PSDB vai à guerra em 2006? “Justamente o contrário. O que o país espera é alguém que tenha condições de conciliar a sociedade e apresentar um projeto para o país. Então, o que se exige não é um candidato aguerrido ou carismático. Dessa coisa de carisma já estamos cansados.”

Escrito por Josias de Souza às 02h20

Comentários (1) | Enviar por e-mail



Escrito por SALSFI às 02h40
[] [envie esta mensagem]


 
   INFORMAÇÕES DO PROJETO MUCURI DA SUZABO BAHIASUL CELULOSE

SUZANO

 

Projeto Mucuri - expandindo nossa força Suzano - Papel e Celulose       

 

 

 

 

 



Escrito por SALSFI às 01h13
[] [envie esta mensagem]


 
  

© Suzano Papel e Celulose 2005

 

 

BNDES aprova financiamento para o Projeto Mucuri
27/10/2005 - Press release

Suzano Papel e Celulose anunciou hoje que o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social aprovou o financiamento para o Projeto Mucuri, com linhas adequadas em termos de prazo e custos, para financiamento a projetos dessa natureza.
Sobre o financiamento, Bernardo Szpigel, Diretor Administrativo, Financeiro e de Relações com Investidores, informou: “Essa aprovação é fundamental para a financiabilidade do projeto e para o crescimento da Suzano. O BNDES, com uma visão de longo prazo, tem participado da Unidade Mucuri desde a sua criação, que já contemplava naquela época a possibilidade dessa expansão. O Projeto Mucuri contribuirá para o desenvolvimento da indústria de papel e celulose no país, para a geração de empregos na região, para o crescimento estrutural das exportações brasileiras e para o desenvolvimento do país.”
Acrescentou ainda que: “O financiamento aprovado contempla não somente a parcela de investimentos a realizar, da ordem de US$ 1,3 bilhão, mas também investimentos já realizados anteriormente na formação de mais de 85% da base florestal necessária para o projeto e necessidade de capital de giro adicional relacionadas ao projeto. Nossa expectativa é que o BNDES financie aproximadamente 50% do montante total do projeto. O financiamento aprovado contempla ainda a possibilidade de uma emissão de cerca de R$ 240 milhões em debêntures conversíveis em ações cuja emissão ainda está sendo estudada pela empresa em conjunto com o BNDES, sem haver no entanto uma definição final nessa direção. Ao final dessa avaliação teremos condições de informar ao mercado maiores detalhes.”

 



Escrito por SALSFI às 01h00
[] [envie esta mensagem]


 
   RESULTADO FOI BOM MAS MERCADO NÃO GOSTOU

PETROBRAS PODE REDUZIR OS PREÇOS

SALVADOR SÍCOLI FILHO - 11/11/05

AÇÕES CAÍRAM MUITO FORTE NESTA SEXTA, 11/11.

A Petrobras analisará nas próximas semanas a possibilidade de reduzir os preços da gasolina e do óleo diesel nas refinarias para os consumidores do país. O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou, no entanto, que a empresa não poderá adotar a medida a curto prazo, sob o risco de repassar para o mercado a volatilidade dos preços internacionais do barril de petróleo.

Desde o último dia 25 de outubro, os preços da gasolina e do óleo diesel produzidos pela Petrobras no Brasil encontram-se de 16% a 27% mais caros do que no mercado americano, promovendo uma reversão na tendência dos últimos meses, em função da apreciação do real frente ao dólar e à queda das cotações internacionais do petróleo.

- Nós vamos avaliar esse patamar de preços e, se ele se verificar sustentável, obviamente os ajustes serão feitos - afirmou Costa. - Temos que ver se esse patamar (de preços) é pontual. No mês passado, os preços do petróleo chegaram a US$ 70 (o barril) e nem por isso nós repassamos isso para os preços de nossos derivados.

Próximo ao vencimento - faltando somente quatro pregões tendo em vista o feriado da terça - as ações da Petrobras levaram uma sova hoje. A força dos vendedores foi devastadora e demoliu em 3,5% as cotações do carro chefe da Bolsa com mais de 6 mil negócios e fechando a R$ 30,80 e pulverizando todas as séries de opções. O furacão da petrolífera arrastou  toda a Bolsa hoje à exceção da Energias do Brasil a ex-Escelsa que subiu hoje quase 6%  e com muita liquidez por conta da expectativa de resultados auspiciosos. A SALSIFI foi destaque nas duas pontas, atuando como market-maker do papel.        

SALVADOR SÍCOLI FILHO



Escrito por SALSFI às 00h14
[] [envie esta mensagem]


 
   E AS AÇÕES CONTINUAM A CAIR

PETROBRAS

 

 

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE – 11/11/05

 

A Petrobras conseguiu lucro recorde de R$ 5,6 bilhões no terceiro trimestre de 2005, superior em 27% àquele apurado no mesmo período do ano passado - R$ 4,44 bilhões. Com isso, o resultado acumulado no ano chegou a R$ 15,6 bilhões, 23% mais que em igual período de 2004. A receita operacional líquida consolidada atingiu R$ 35,7 bilhões, 18% maior em relação ao mesmo período de 2004. A geração de caixa da empresa (Ebitda, em inglês) entre os meses de julho e setembro alcançou o valor de R$ 12,48 bilhões, resultado 31% superior aos R$ 9,548 bilhões registrados. O valor de mercado da companhia alcançou R$ 168 bilhões.

 

Contribuíram para o lucro recorde os reajustes de 10% da gasolina e de 12% do óleo diesel e a melhor aceitação do petróleo pesado brasileiro no mercado internacional. Apesar do resultado inédito, os investidores ficaram decepcionados. A expectativa era de ganhos ainda mais expressivos. Com isso, as ações preferenciais caíram 2,87% e as ordinárias, 1,16%.

 

O custo de produção de cada barril de petróleo cresceu 33% de janeiro a setembro, de US$ 4,18 para US$ 5,54. Além do dólar valorizado, o afretamento de plataformas encareceu as operações da Petrobras, sobretudo no terceiro trimestre.

 

A Petrobras teve prejuízo de R$ 284 milhões com a ociosidade das usinas térmicas de janeiro a setembro. O lucro da área de gás natural caiu de R$ 64 milhões para R$ 42 milhões no terceiro trimestre em relação ao anterior. O gasto com as térmicas foi compensado pela diminuição de despesas com pagamentos a acionistas da Transportadora Brasileira do Gasoduto Brasil-Bolívia (TBG), de acordo com a estatal em relatório para investidores e analistas.

 

Já na área de Abastecimento, a Petrobras experimentou queda de 60% no lucro, de R$ 784 milhões no terceiro trimestre. Isso por causa do aumento de importações de derivados e petróleo.

 

A área internacional também teve lucro menor, de R$ 1 milhão, em função de perdas no Equador e na Venezuela. Só a área de distribuição (leia-se, BR Distribuidora) conseguiu aumentar o lucro, em 67%, no terceiro trimestre frente ao anterior.



Escrito por SALSFI às 23h23
[] [envie esta mensagem]


 
   ATÉ A OAB PROTELA AS PUNIÇÕES

 A OAB E A PROCRASTINAÇÃO DAS PUNIÇÕES.

 SALVADOR SÍCOLI FILHO - 09/11/05

Depois da vergonhosa interferência do STF no protelamento de punições a membros do     Congresso, agora, para espanto dos cidadãos cansados da enxurrada diária de escândalos envolvendo o atual governo, é a vez da OAB, entrar no rol das entidades que passam a ser desacreditadas pela população.

 

Dizem os doutos da entidade que não há movimentos nas ruas contra o presidente, seus atos, sua omissão. Ora, quem não quer o impeachment são os movimentos de baderneiros que a qualquer interesse dos financiadores está pronto para sair ás ruas. O assalariado, o pai de família que cansado vê à noite o desfile de horrores pelos noticiários televisivos não tem tempo de fazer manifestação como quer a inépcia e insensatez do atual dirigente da entidade.

 

O que a OAB não pode esquecer é que toda espécie de crimes foi cometida. De roubos, a lavagem de dinheiro, prevaricação etc., e seus responsáveis estão absolutamente impunes graças à covardia do Congresso, servindo como terrível mau exemplo num país vergastado pela falta de autoridade, da evolução incontida do tráfico e do domínio do poder paralelo de bandidos sem a contraparte do governo para com a segurança pública.

 

Não dá para esperar. O postergamento de decisões drásticas é uma cultura abjeta que se esperava não fosse a OAB incorporar. Não há mais como procrastinar. É preciso uma urgente e inadiável cirurgia com amputação dos maus hábitos de políticos de fachada.

 

Lamentável.

Estamos sob o domínio do crime, do estelionato, da malversação de dinheiro público e de valores fundamentais para a formação das gerações futuras.

Terão filhos os membros da OAB e seu presidente?

 

Estamos aprisionados em casa, ao ir ou voltar do trabalho e em qualquer circunstância e lugar à mercê de bandidos que se formam a cada dia na universidade da ignorância, do analfabetismo, das drogas, da esperteza e da demagogia barata de falsos líderes. E, sobretudo, reféns da certeza da impunidade que tornam esses bandidos mais cínicos e mais ousados.

Essa situação é fruto de que? Da absoluta falta de atuação de governantes bravateiros, bons de discursos e ruins de ações.

 

Não é possível procrastinar diante de fatos tão deploráveis.

 

A OAB precisa fazer jus a suas tradições e não se curvar para a imoralidade que campeia no país.

 

 



Escrito por SALSFI às 17h56
[] [envie esta mensagem]


 
   DESCALABROS SUPREMOS

Augusto Nunes estoca mais uma vez certeiramente na nova mazela a atordoar os brasileiros. E qualifica bem como molecagem o procedimento do advogado indicado por Dirceu para juiz do egrégio tribunal e que ao invés de declarar-se impedido de julgar processo, apressou-se em atropelar a opinião pública e a delimitação entre os poderes para defender o amiguinho com obscuro e suspeito parecer e arbitramento aos encovardados deputados. (Talvez deva ser convidado para ajudar a copilar o livro de memórias do guerrilheiro.)

 

 

STF

 

O aparelhamento do Estado promovido pela facção do campo majoritário presidido honorificamente pelo nosso ilibado e responsável presidente, atingiu o antes inexpugnável templo maior da justiça brasileira onde dois juízes se comportam como advogados de defesa de acusados julgados e presumivelmente condenados pelos pares com base naquilo que é fundamental para o exercício de cargos públicos: decoro e honestidade.



Escrito por SALSFI às 23h48
[] [envie esta mensagem]


 
   ATÉ O SUPREMO ENTROU NA MEDIOCRIDADE GERAL

STF – SUPREMO PROTELAMENTO

 

 

SALVADOR SÍCOLI FILHO - 06/11/05

 

STF

Interferindo intempestiva e indevidamente em jurisprudência de outro poder, o STF, através de seus mais novos e menos alentados membros, investe não somente contra a tradição, mas também afronta a opinião pública cansada de tantos descalabros e escândalos no país, tendo em alguns destes, participação acintosamente contra os cânones da decência e das leis.

DESGOVERNO MORAL

 

O presidente prevaricou e continua prevaricando. Isto é crime de responsabilidade e não há um passo dos guardiões da lei para chamar, aí sim com propriedade, os congressistas para atuar em defesa da probidade. A única saída para o Brasil é o impedimento. Protelar-se, dar-se um jeitinho nisso será semear o vírus da inversão de valores no país, onde os trambiqueiros e os fora-da-lei passarão a nos governar. Das favelas, aos ribeirões da cidade até chegar às granjas tortas. 

 

 

SURRA NOS PROTELADORES

 

Ao invés de prometer surras no presidente, os srs. Artur Virgílio, Magalhães Neto e a senadora do P-Sol deveriam é ter coragem de pedir o impeachment do presidente antes que o fraudulento aparelhamento do Estado acabe provocando uma luta fratricida no país.

O mal se corta pela raiz ou então haverá de prosperar como hera daninha.

Se tiverem medo de CUT, UNE e MST, que chamem o Exército.

E antes que seja tarde.

Os ignorantes e os criminosos estão caminhando a passos largos para dominar o país. Vide o caótico estágio do crime e da falta de segurança da população no triângulo das Bermudas, Rio, São Paulo e Minas Gerais. E ainda aparecem uns garotinhos e anjinhos por aí travestidos de homens públicos. Só se for em Londres, onde aliás alguns se encontram a passeio.

 

 



Escrito por SALSFI às 23h45
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO
 11/09/2016 a 17/09/2016
 06/09/2015 a 12/09/2015
 18/01/2015 a 24/01/2015
 09/11/2014 a 15/11/2014
 26/10/2014 a 01/11/2014
 15/06/2014 a 21/06/2014
 06/04/2014 a 12/04/2014
 02/02/2014 a 08/02/2014
 13/10/2013 a 19/10/2013
 12/05/2013 a 18/05/2013
 21/04/2013 a 27/04/2013
 10/03/2013 a 16/03/2013
 10/02/2013 a 16/02/2013
 25/11/2012 a 01/12/2012
 29/07/2012 a 04/08/2012
 22/07/2012 a 28/07/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 29/01/2012 a 04/02/2012
 11/09/2011 a 17/09/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 28/08/2011 a 03/09/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 10/07/2011 a 16/07/2011
 03/07/2011 a 09/07/2011
 29/05/2011 a 04/06/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 19/12/2010 a 25/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 11/04/2010 a 17/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 22/11/2009 a 28/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 26/07/2009 a 01/08/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 24/05/2009 a 30/05/2009
 10/05/2009 a 16/05/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 22/03/2009 a 28/03/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 22/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 28/12/2008 a 03/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 19/10/2008 a 25/10/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 24/08/2008 a 30/08/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 10/08/2008 a 16/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 06/03/2005 a 12/03/2005
 06/02/2005 a 12/02/2005
 23/01/2005 a 29/01/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 19/12/2004 a 25/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 ARTIGOS ECONÔMICOS
 CRÔNICAS E ARTIGOS


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!