SALSIFI INVESTMENTS
   BC AUMENTA JUROS E INAUGURA MAL 2005

DO CASSINO À ROLETA RUSSA, O BC SE ESMERA NA ARTE DO ESBULHO.

 

Ao promoverem o primeiro aumento da taxa de juros em 2005, os nossos doutos sábios do Banco Central decretaram também o precoce réquiem para o ano do setor produtivo.

 

SALVADOR SÍCOLI FILHO    20/01/05

 

Não há como atribuir à sandice a decisão.

Todo o mercado já sabia e como sempre às vésperas das supérfluas – supérfluas não é bem a palavra após 4 anos de impostação das falácias – talvez “suspeitas”, registre melhor as secretas reuniões mensais. O rolo compressor das apostas se alucina e houve até quem apostasse na roleta dos cem pontos de aumento.

 

O segredo da alquimia dos meirellespaloccianos foi passado aos mesmos em ritual satânico pela elegante dupla anterior. Estes sim, gomalinados, ou mesmo calvos, experts em prefácios de livros do mago Soros, importaram e implantaram o esotérico regime de metas de inflação ou “Como fazer política monetária com o controle de uma variável só”. No arcabouço de falácias e sofismas, a doutrina para transferir lucros do Tesouro para as Tesourarias. Sabiam de cor os meandros do jogo e alavancar ganhos para as matrizes estrangeiras era simples como dizimar o galinheiro guardado pela raposa.

 

Atribuir-se à ignorância tão pouco explica. Sábios são sempre sábios, embora ás vezes arvorem-se em bruxos a entoar profecias apocalípticas, tinham nas atas retardadas a chave para engendrar as mais fantasiosas desculpas. Depois de tanto tempo e esgotado o arsenal de empertigadas teorias a enganar os afoitos da mídia e das representações do setor produtivo, já que a nós nunca enganaram, fogem-lhes os pretextos para explicar o esbulho.

 

O basta à sórdida subserviência aos banqueiros deveria ser dada pelo atual governo. Mas que governo?!

 

Este se quedou de quatro, instalou e suprema desfaçatez, inovou na sua ignorância e cinismo na blindagem ao ex chaiman of the board do Boston.

 

Nosso governo é zero à esquerda e continuamos a entronizar o deslumbramento e alcunhar-lho como carisma. Mancomuna-se a troupe com os banqueiros e continuamos aplaudindo e emitindo educados protestos para uma plêiade de despreparados que nos governam e nos chacinam com a sua irresponsabilidade.

 

Basta de sofismas, de falácias e de cinismo.

 

Quais são as verdadeiras razões do BC?



Escrito por SALSFI às 09h12
[] [envie esta mensagem]


 
   O CASSINO E A ROLETA DO BC

 

 

O sistema financeiro está a um passo da débâcle e não se divulga?

Chegaram à conclusão que virá uma debandada de capitais e se alucinaram na esquizofrenia dos juros armados nas mensalidades das fechadas reuniões do doutor da Fazenda, um exímio decorador de textos do discípulo de Soros?!

 

Ora certamente que jamais se pensaria em falta de honestidade para o COPOM. Mas deve-se certamente estar escondendo alguma razão maior para tamanha idiossincrasia. Os anencéfalos estão no poder, não no BC.

 

Malgrado isto, o setor produtivo não pode quebrar movido, porque não sei quais razões, á alucinação dos juros impostos pela desfaçatez do lobby dos bancos a membros de despreparados.

 

O sistema de metas esotéricas de inflação é um embuste para enfardar otários e promover a salvação dos bancos, que na orgia dos juros e dos “spreads” fazem seu bacanal de lucros sorrindo para o resto da platéia de imbecis que não reage. O governo de ladinos faz improvisos, até ameaça impropérios, quando nos bastidores se locupleta, faz churrascos ao som de músicas sertanejas e preparando seu futuro exílio com o vôo encantado do novo aeroplano de bilionário.

 

Ou os nossos representantes se rebelam e passem a urrar como animais bravios e de brios, ou continuem a reclamar com doçura, com educação para um bando de esfaimados devoradores dos recursos públicos, do setor produtivo e da população. Lá no Planalto  continuarão com a sua arrogância a desdenhar o choro dos perdedores.

 

Kirchner escolheu o caminho árido do confronto para defender a população contra os bancos. O nosso, bem o nosso, está com a poupança garantida para si e todo o seu séqüito. Por isto depois do churrasco, vai brincar com a bola e preparar seu vôo inaugural.

 

É preciso um basta em tanta desfaçatez. Ou apeamos os representantes dos bancos ou seremos devorados pelos mesmos.

 

Se antes o temor era pelas criancinhas, a realidade nos coloca sob o cano do revolver na roleta russa da sobrevivência.

 

Basta de engodo. É preciso expurgar todos os aliados aos bancos para que o poder não capitule diante da esquizofrenia dos juros e dos banqueiros agiotas.



Escrito por SALSFI às 09h09
[] [envie esta mensagem]


 
  

A EXPONENCIALIDADE ENLOUQUECIDA DOS JUROS

Giuseppe Brandoni  07/02/05

Ébrios pelo poder esquecem de simples contas de aritmética elementar.

Vimos entregando de mão beijada R$ 150 bi de juros anualmente, sem amortizar um único centavo do principal.

As reservas são esquálidas como os beneficiários do “Fome Zero”. Não agüentam um soluço dos turcos, quanto mais um espirro da China e o “crash” americano com sua dívida pública monumental, seus consumidores tão deslumbrados quanto os novos ricos políticos que infestam o Congresso brasileiro, enquanto surrupiam o povo com seus abjetos salários autopromulgados.

 O poder realmente corrompe e mais do que isso, aniqüila a auto-estima de um país.

A dívida cresce, enquanto rumina o bode.

Daqui a dez anos, nessa marcha fúnebre da cantilena falsa dos Palocci e dos Meirelles, discípulos interessados de Soros e Armínio,não deveremos mais R$ 950 bilhões e sim R$ 6 trilhões.

Apenas de juros deixaremos para o séqüito de analfabetos fãs do despreparado atual governo, uma conta de R$ 650 bilhões só de juros.

publicada em 07/02/05 no forum do Estado de SP



Escrito por SALSFI às 17h48
[] [envie esta mensagem]


 
   OS PECADOS DO BC

O BC SOB SUSPEIÇÃO

Giuseppe Brandoni     07/02/05


O Sistema de Metas de Inflação Esotéricas citado por Sícoli, vê basicamente dois pecados mortais do BC e que, na reincidência mensal automática, configuram a hipótese de suspeição dos áulicos funcionários requisitados no meio bancário. Os erros crassos são a superrelativização da inflação que como é primário perceber-se não é de demanda e sim psiquiátrica, visto o BC estar enxergando seus fantasmas há 69 meses como diz o referido autor.

 

Os preços públicos desde sempre e, no ano passado, commoditties e preços como o aço, os metais e o petróleo, explodiram no front externo com repercussões óbvias internamente.

 

Mas a renda diminuiu com os salários contidos, o desemprego grassou e o ponto vulnerável passou a ser gastança pública dos arrivistas lotados no governo, compensada irresponsavelmente por mais aumento na carga tributária.

Com despreparados no poder e a covardia do sr. Inácio e seus guerrilheiros em combater o lobby dos bancos, o país caminha a passos largos para o encilhamento.

Publicado no Fórum do Estadão de São Paulo em 07/02/05

 

Giuseppe Brandoni

 



Escrito por SALSFI às 17h34
[] [envie esta mensagem]


 
   OMISSÃO E CONIVÊNCIA DO BC

 

POLÍTICA MONETÁRIA OU UM ERRO DA CONIVÊNCIA COM O SISTEMA FINANCEIRO

Salvador Sícoli Filho  07/02/05


Após 69 meses na insistência do mefistofélico "Sistema de Metas de Inflação Esotérica", a questão que não pode ser amordaçada é:

Por que? 

 

Nesse período a única coisa palpável foi a redução sob decreto da única variável efetiva e obcecadamente posta em vigília pelo nosso intrépido BC e que cinicamente ainda clama por autonomia: a inflação.

 

Todas as outras variáveis ficaram à mercê da própria sorte e o que se fez e continua a se fazer é estender uma couraça de proteção para o sistema financeiro, sem se importar com o que viesse a acontecer com o restante do sistema econômico, mormente o setor produtivo. Assim o que parecia ao início uma visão míope do BC - nossos artigos de 2001 e 2002 enfocavam a falta do princípio pascalino dos vasos comunicantes na eonomia

 

Tudo afunilava na direção única de transportar a riqueza nacional para o enorme bueiro que chupava lucros de todos e os levava sem salvo-conduto para os cofres abarrotados dos bancos - revelou-se uma faceta estranha e facciosa

 

publicada no Fórum do Estadão de SP 



Escrito por SALSFI às 17h22
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO
 11/09/2016 a 17/09/2016
 06/09/2015 a 12/09/2015
 18/01/2015 a 24/01/2015
 09/11/2014 a 15/11/2014
 26/10/2014 a 01/11/2014
 15/06/2014 a 21/06/2014
 06/04/2014 a 12/04/2014
 02/02/2014 a 08/02/2014
 13/10/2013 a 19/10/2013
 12/05/2013 a 18/05/2013
 21/04/2013 a 27/04/2013
 10/03/2013 a 16/03/2013
 10/02/2013 a 16/02/2013
 25/11/2012 a 01/12/2012
 29/07/2012 a 04/08/2012
 22/07/2012 a 28/07/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 29/01/2012 a 04/02/2012
 11/09/2011 a 17/09/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 28/08/2011 a 03/09/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 10/07/2011 a 16/07/2011
 03/07/2011 a 09/07/2011
 29/05/2011 a 04/06/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 19/12/2010 a 25/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 11/04/2010 a 17/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 22/11/2009 a 28/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 26/07/2009 a 01/08/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 24/05/2009 a 30/05/2009
 10/05/2009 a 16/05/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 22/03/2009 a 28/03/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 22/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 28/12/2008 a 03/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 19/10/2008 a 25/10/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 24/08/2008 a 30/08/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 10/08/2008 a 16/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 06/03/2005 a 12/03/2005
 06/02/2005 a 12/02/2005
 23/01/2005 a 29/01/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 19/12/2004 a 25/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 ARTIGOS ECONÔMICOS
 CRÔNICAS E ARTIGOS


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!